Surpresa! Taylor Swift avisa que 1989 (Taylor’s Version) está a caminho

Taylor Swift anuncia regravação de seu novo álbum 1989 (Taylor’s Version)
Imagem/reprodução (créditos: Beth Garrabrant)

Fã de Taylor Swift vive mesmo numa montanha russa de emoções viu. É ingresso de tour, clipe novo, álbum regravado. Falando em álbum regravado vem aí. Taylor Swift anuncia a regravação do 1989, (Taylor’s Version).

Taylor anuncia 1989 (Taylor’s Version) pelas redes sociais, confira texto publicado

Surpresa!! 1989 (Taylor’s Version) está a caminho! O álbum de 1989 mudou a minha vida de inúmeras maneiras, e enche-me de tanta emoção anunciar que a minha versão dele sairá a 27 de outubro. Para ser honesta, esta é a minha regravação mais FAVORITA que já fiz porque as 5 faixas “From The Vault” são tão loucas. Não posso acreditar que alguma vez foram deixados para trás. Mas não por muito tempo! Pré-encomenda 1989 (Taylor’s Version) no meu site”

Taylor Swift via Instagram

Novo álbum de Taylor Swift chega antes de sua vinda ao Brasil para o “The Eras Tour”

O novo álbum regravado de Taylor chega no dia 27 de outubro. Faltando pouco menos de 2/3 mês para que a Loirinha pise novamente em solo brasileiro. Isso é emoção de mais pro nosso coração.

Taylor já tem vários shows esgotados no Brasil, tanto no Rio de Janeiro, como em São Paulo. Além de outros países da América Latina. No Brasil ela se apresenta em várias datas. A organização do evento fica por conta da T4F Entretenimento.

Quantos álbuns Taylor já regravou?

No total, a loirinha já entregou três novas “Taylor’s Version” pra gente de “Fearless, Red, e o último “Speak Know”. Agora com o anúncio de 1989 a caminho só fica mais um na prateleira a ser resgatado pela artista pop! O icônico álbum “Reputation”.

Por que Taylor está regravando seus primeiros 5 álbuns ?

Se você acompanha a vida da artista, provavelmente já sabe disso, mas resumindo a história aqui. Mais ou menos a mais de uma década atrás. No começo de sua carreira, a cantora firmou um contrato com a Big Machine Records. Juntos, ela e a gravadora lançaram os álbuns Fearless (2008) até a era Reputation (2017).

Mas esse nem foi o problema em si. O fato é que neste contrato Taylor Swift não possuía o direito a suas “Masters”. Ou seja, ela não possuía o direito de fazer o que bem entender com seu próprio trabalho. A cantora havia vendido suas “Masters” para a gravadora ainda que as composições e letras de todos os seus lançamentos continuassem a lhe pertencer.

Scooter VS Swift

Até aí tudo bem. O problema foi quando Scooter Braun, inimigo declarado de Taylor Swift comprou a gravadora junto com seu trabalho original. Nessa época Taylor Swift já estava de gravadora nova (Universal Music).

E num mundo de conflitos entre ela e seu antagonista que segundo a própria já tentou destruir seu trabalho, Taylor deu a jogada de mestre. Ela iria regravar seu trabalho. E recuperar todo o poder sobre o que é seu.

Foi uma aposta arriscada da cantora. Mas no final tudo deu certo. O que parecia poder ser um tiro no pé, se tornou um case de sucesso ainda melhor que o conteúdo original produzido anos atrás. E quanto ao Scooter? Bom, acho que ele deve ter percebido o quão mal fez esse negócio né. Afinal quem é mesmo a indústria da música se não Taylor Swift.

Siga o Plop (@portalplop) nas redes sociais para não perder nada.

Créditos de imagem: Imagem/reprodução (créditos: Beth Garrabrant) .

Compartilhe o artigo!
Shareable URL
Post anterior

Gabriel Coppola fala sobre o sucesso de “Além do Guarda-Roupa”: “Não tem palavras pra descrever”

Next Post

“Sem querer, querendo” Nikolas Antunes libera vídeo saliente no Story do Instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o próximo