I’m Doing It Again Baby!”: confira o segundo álbum de Girl in Red!

Girl In Red, “I’M DOING IT AGAIN BABY! – Divulgação: Sony Music | Perfexx​

Depois de semanas de grande expectativa e o lançamento de vários singles, girl in red finalmente estreia seu tão aguardado segundo álbum, “I’M DOING IT AGAIN BABY!”, pela gravadora Sony Music.

Em suas próprias palavras, o novo trabalho de Girl In Red, I’M DOING IT AGAIN BABY!” é uma explosão de diversão e confiança, representando a expressão máxima de quem ela é agora.

Girl In Red, Divulgação: Sony Music | Perfexx

I’M DOING IT AGAIN BABY!´ contém a música mais divertida e brincalhona que fiz até agora. O álbum é absolutamente incrível, é confiante e é a expressão máxima de quem eu sou agora”, compartilha.

Girl In Red

Vem com Tudo, Girl In Red! Primeiro clipe já está disponível:

Pra começar essa nova era com o pé direito, Girl In Red nos presenteia com um videoclipe incrível para a faixa “I’m Back”. Dirigido por Mia Barnes. O clipe, influenciado por “A Noviça Rebelde” e “As Vantagens de Ser Invisível”, foi gravado nas paisagens de Simi Valley e destaca uma jovem vestida de vermelho vibrante, interagindo com a natureza ao seu redor.

I’M DOING IT AGAIN BABY! tracklist:

  • I’m Back
  • DOING IT AGAIN BABY
  • Too Much
  • Phantom Pain
  • You Need Me Now? featuring Sabrina Carpenter
  • A Night To Remember
  • Pick Me
  • Ugly Side
  • New Love
  • ★★★★★

“A EXPOSIÇÃO ALTAMENTE REVISITÁVEL” de Girl In Red!

Girl In Red não tem medo de se abrir sobre seus sentimentos e experiências. Ao enfrentar o sentimento de dúvida de si mesma, ela convida seus fãs a mergulharem em uma jornada de autoconhecimento e criatividade através de suas esculturas (nascidas de uma colaboração entre ela e Richard Øiestad). É como se cada peça fosse uma reflexão da alma da artista, explorando os desafios e triunfos que ela enfrentou ao criar seu segundo álbum.

Os fãs podem visitar a exposição no The Hole, localizado em Nova Iorque, nos dias 12 e 13 de abril.

Além de fazer o segundo álbum, meu interesse em arte contemporânea se aprofundou. Eu estava fascinada por como um dia poderia realmente acreditar em uma música e, no dia seguinte, eu a descartaria e duvidaria completamente de mim mesma. Acho que, subconscientemente, isso acontece com muitos artistas e criativos quando eles já entregaram algo ótimo anteriormente e agora são esperados para continuar. Essas esculturas são ousadas, mas frágeis e equilibram a linha tênue da destruição completa”.

Girl In Red

Descubra mais sobre Portal PLOP

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Compartilhe o artigo!
Shareable URL
Post anterior

Rock In Rio 2024: Pocah é confirmada no Palco Espaço Favela!

Next Post

“The Tortured Poets Department – The Anthology” é um álbum duplo de Taylor Swift

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o próximo

Descubra mais sobre Portal PLOP

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading