Gau Pass se une a Quino McWhinney e Jakob McWhinney em nova versão de “Lean On Me”, de Bill Withers

A cantora e compositora Gau Pass, comemora nesta sexta-feira (26), o lançamento da nova versão da canção “Lean On Me” (1972), de Bill Withers. O som é uma parceria da artista com os músicos californianos Quino McWhinney – integrante da banda de reggae Big Mountain -, e seu filho Jakob McWhinney. O trabalho já está disponível em todas as plataformas digitais e é um lançamento do selo musical Marã Música.

“Lean On Me” é um single que estourou no ano de 1987, quando a banda norte-americana Club Nouveau lançou um remix dele, que lhe rendeu um Grammy no mesmo ano como “Melhor Música R&B”. O trabalho foi gravado por Gau em 2018, quando Quino McWhinney and Jakob McWhinney estiveram no Brasil para uma série de shows da turnê solo de Quino. 

“Eu estava começando a gravar profissionalmente, e por meio de um amigo em comum, surgiu a ideia de gravarmos juntos. A escolha do tema foi minha, pois eu tinha ouvido Quino cantar essa música em shows e ele nunca tinha gravado ela. Quino é uma figura tão humana, tão generosa, tão doce, tão grande, que aceitou a escolha e eu acho a canção caiu como uma luva para o nosso encontro”, afirma a artista.

A música fala sobre como mesmo com as dificuldades da vida, sempre há alguém em quem se apoiar. A canção é como um hino à verdadeira amizade. Segundo o compositor Bill Withers, ela foi escrita quando ele se mudou da Virgínia para Los Angeles, nos Estados Unidos. Era uma fase em que o mesmo sentia muita falta do ambiente amigável, onde todos se ajudavam na sua cidade natal. “Essa faixa fala sobre a importância de expressarmos as nossas necessidades, de enxergarmos o outro, sabendo que ninguém é autossuficiente sempre, que sempre temos a necessidade do outro”, completa Gau.

Videoclipe 

A nova versão da premiada faixa também ganhou um videoclipe que estará disponível no próximo dia 1º de setembro, às 11h, no canal do youtube da artista. O audiovisual conta com uma parte gravada nos estúdios da Casa Beatz – com direção de Thiago Beatriz -, e outra parte tendo o estúdio caseiro de um amigo como cenário e direção de Ivan Cruz. 

“A gente apresenta uma ‘reunion’ de estúdio entre os instrumentistas que me acompanharam. Adriano ‘Magoo’ Oliveira nos arranjos e teclados, Glecio Nascimento no baixo, e eu, Quino e Jakob nos vocais”, finaliza.

Créditos de imagem: IVAN CRUZ.

Compartilhe o artigo!
Shareable URL
Post anterior

Julia Fatureto lança seu primeiro EP da carreira, “Cartas Pra Mim”

Next Post

Talentoso Bruno Engelmann integra o elenco do filme “After House”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o próximo