Cantora Marina Peralta exalta a beleza da diversidade e reafirma poder de decisão feminino em “Ela Encanta”

Marina Peralta (Créditos: Miguel Salvatore )

Chegou esta semana nas plataformas digitais o remake de “Ela Encanta”, também conhecida como “Lugar de Mulher”, é o segundo single que celebra os dez anos de carreira da talentosa cantora e compositora sul mato-grossense, Marina Peralta.

Criada em 2013, a música foi originalmente lançada no canal da artista como um vídeo gravado pelo celular, em 25 de novembro, Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher.

A nova versão é surpreendente, cheia de timbres digitais e inspirada em ritmos como o reggaeton e o dancehall, o que reforça a importância da canção na carreira de Marina. Agora, ela também é uma ótima opção para quem busca animar as pistas de dança. A faixa fará parte do álbum REWIND: Marina Peralta 10 anos, com lançamento previsto para junho deste ano.

Marina Peralta Desconstruindo estereótipos: mulheres não são inferiores ou frágeis!

A música “Ela Encanta” é uma obra musical relacionada à desconstrução dos estereótipos que colocam as mulheres em um lugar de inferioridade e fragilidade desde o nascimento, e que acompanham sua formação de identidade.

A canção reafirma o poder de decisão que as mulheres têm sobre seus próprios corpos e celebra a beleza da diversidade. Como diz a famosa frase usada em protestos e lutas feministas, “lugar de mulher é onde ela quiser”. Essa mensagem poderosa permeia a música, tornando-a um grito importante de empoderamento e libertação para todas as mulheres.

Versão original de “Ela Encanta” já ultrapassou 2,5 milhões no streaming

Há uma década, Marina vem debatendo a temática da violência e das desigualdades de gênero nos palcos, nas redes sociais e em espaços de formação de opinião. Ela destaca e defende um feminismo interseccional, que acolhe e luta por todas as mulheres. A música “Ela Encanta”, que já ultrapassou 2,5 milhões de streamings, é uma das principais ferramentas da cantora para alcançar seu público. Por meio dela, muitas mulheres foram tocadas e se tornaram fãs de Marina, que hoje é uma voz amplamente reconhecida na luta pelos direitos das mulheres.

Produzida por Lucas Barreto (Ragg) e Tael Bass (Linkup Studios), “Ela Encanta” conta com participação de David Hubbard, da Guiana Inglesa tocando Still Drum e trazendo a sonoridade caribenha para a faixa. A mixagem e masterização ficaram a cargo de Wagner Bagão.

Créditos de imagem: Miguel Salvatore.

Compartilhe o artigo!
Shareable URL
Post anterior

Thalicia lança “Narcisista”, música sobre narcisismo e videoclipe guiado pela tecnologia de inteligência artificial

Next Post

Wallows impressiona em sua primeira apresentação no Lollapalooza Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o próximo