Notícias, música, entretenimento e muita cultura pop

Descubra 5 versões de “São Amores” por Pabllo Vittar em Batidão Tropical Vol 2

Reprodução – Instagram

Que a Pabllo Vittar fez da nova versão de “são amores” um dos melhores singles da segunda era de Batidão Tropical Vol 2. Isso é inegável, mas vocês conhecem as versões anteriores ao hit que agora todo mundo segue ao som do (pei,pei,pei) no refrão?

Simone e Simaria – São Amores

Sim, as coleguinhas Simone e Simaria (hoje ambas em carreira solo). Lançaram na época do “Bar das Coleguinhas 2” a sua versão da faixa “São Amores”. Em quesito fama pelo Brasil, talvez essa agora seja a segunda versão mais conhecida depois de Pabllo Vittar. Aqui a ex-dupla tentou uma vibe mais sertaneja/sofrência para a faixa.

Forró do Muido – São Amores

Um pouquinho mais rápido e perfeito para dançar aquele forró apertado! A banda do Forró do Muido lançou a sua versão da faixa:

Banda Djavú – São Amores

Versão tecnobrega da banda que fez sucesso viral pelo Brasil no finalzinho dos anos 2000. Confira a versão de “São Amores” da banda Djavú:

Mara Pavanelly – São Amores

A cantora também incluiu sua versão da faixa em seu álbum Playlist Mara, pt 2 lançada em 2020:

Alex e Ronaldo – São Amores

Versão em voz masculina de “São Amores”? Sim, a dupla Alex e Ronaldo também produziram uma versão mais sertaneja da faixa em 2017.

Além dessas versões é bem provável que ainda possam existir muitas outras por aí. Visto a popularidade da faixa. Mas e aí, qual a sua preferida?


Descubra mais sobre Portal PLOP

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Compartilhe o artigo!
Post anterior

Gloria Gaynor, a diva do Disco, anuncia show em Curitiba!

Next Post

Taylor Swift ganha nota baixa de Pitchfork para “The Tortured Poets Department” e “The Tortured Poets Department: The Anthology”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o próximo

Descubra mais sobre Portal PLOP

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading