Notícias, música, entretenimento e muita cultura pop

Criança perde a vida após fazer “Desafio do Apagão” no TikTok; entenda

Créditos: Reprodução/iStock

O TikTok é um aplicativo que está repleto de danças e tendências, mas nem todos os conteúdos são saudáveis. O trágico caso de Milagros Soto, de 12 anos, destaca a perigosidade de algumas das tendências que viralizam na rede social. Ela perdeu a vida ao tentar o “desafio do apagão”, que consiste em se enforcar com um cinto ou cadarço até perder a consciência. Esta tragédia mostra que, apesar de ser uma plataforma divertida, é preciso ter cuidado com os conteúdos que são postados.

O jornal La Nación relatou que o desafio requer que o usuário transmita a ação ao vivo, e se a pessoa conseguir, ela “avança no jogo”. Um porta-voz explicou que “neste caso, não deu certo e a menor morreu na tentativa”.

A tia da menor, compartilhou a sua tristeza e da família no Facebook e solicitou que as pessoas na internet em redes sociais tomem consciência dos grandes perigos da internet. É necessário que as pessoas estejam cientes dos riscos existentes e tomem medidas para que situações como esta não aconteçam novamente.

Criança fica em coma no Reino Unido após brincadeira do Apagão

No Reino Unido em 2022, Archie Battersbee, um de menino de 12 anos, também foi vítima da brincadeira mórbida do aplicativo. Infelizmente, a justiça do Reino Unido determinou por desligar as máquinas que mantinham vivo Archie Battersbee.

TIKTOK já chegou a ser processado por causa do “Desafio do Apagão”

O caso de Milagros Soto e Archie Battersbee infelizmente são apenas alguns entre muitos outros. Existem mais processos judiciais passados em que alegam que o TikTok foi negligentemente omisso ao permitir que usuários menores de idade usassem sua plataforma.

Além disso, alegou-se muitas vezes que a plataforma não alertou usuários e responsáveis legais sobre a natureza viciante da plataforma. Como resultado, o TikTok excluiu mais de 20 milhões de contas de menores de 13 anos no primeiro trimestre de 2022. A plataforma se defendeu dizendo que já bloqueou as buscas pelo desafio e que a prática é muito anterior ao TikTok.

Créditos de imagem: Reprodução/iStock.


Descubra mais sobre Portal PLOP

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Compartilhe o artigo!
Post anterior

Príncipe Harry lava roupa suja e vende 1.4 milhões de cópias de “SPARE”

Next Post

Freira francesa de 118 anos era a pessoa mais velha do mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o próximo

Descubra mais sobre Portal PLOP

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading