Como os deuses brasileiros e o primeiro povo das Américas explicam a história da homossexualidade?

Livro de mitologia LGBTQIA: A Banda Sagrada de Tebas", Thiago Teodoro

Deuses brasileiros e a homossexualidade


Milhares de anos antes da homofobia existir, os povos originários do Brasil cultuavam Deuses brasileiros com características associadas à homossexualidade. No livro “A Banda Sagrada de Tebas”, Thiago Teodoro apresenta teses sobre Anhangá, o protetor da floresta, e Acauã, divindade defensora das mulheres, como figuras homossexuais.

Mitologia indígena e diversidade sexual


A mitologia indígena menciona Acauã, uma divindade que protegia e empoderava as mulheres, com capacidade de transformar-se em ave. Essa entidade lésbica corria pelas florestas protegidas por Anhangá, assim como Diana. (A Banda Sagrada de Tebas, pg. 104)

Deuses brasileiros: a importância da comunidade LGBTQIA+ na mitologia


Para tratar da importância da comunidade LGBTQIA+ na mitologia, Thiago Teodoro condensou duas décadas de pesquisas in loco, documentais e em instituições relacionadas ao tema em “A Banda Sagrada de Tebas”. O enredo apresenta Martim Vieira, um sacerdote integrante de um grupo musical chamado Banda Sagrada de Tebas, que faz referência a casais gays que venceram Esparta na Batalha de Leuctra há 2.500 anos.

Ligação entre deuses indígenas e antiga população brasileira


O protagonista do livro dialoga sobre história, ciência e mitologia, afirmando que os deuses indígenas foram herdados de uma antiga população brasileira. A obra também explora divindades como Pã, Apolo, Dioniso e Zeus, relacionando-as com Anhangá e Acauã.

Ampliando o escopo: Antínoo e a homossexualidade em Roma


O autor expande sua abordagem além do Brasil, discutindo a homossexualidade em outras culturas. Ele detalha a trajetória de Antínoo, parceiro amoroso do imperador romano Adriano, que se tornou um símbolo divino após sua morte. O livro também apresenta conteúdos práticos e imersivos sobre a religião do deus gay Antínoo (no Brasil, o Anhangá), incluindo músicas temáticas produzidas exclusivamente para o romance.


“A Banda Sagrada de Tebas” começou como um projeto para explorar as descobertas sobre o Povo de Luzia, mas o autor optou por destacar que a homossexualidade foi considerada sagrada em diversos períodos da antiguidade, inclusive no Brasil. Thiago Teodoro deseja que seu livro ajude a comunidade LGBTQIA+ a ter uma vida mais plena, fornecendo conhecimento histórico e científico para trazer paz de espírito e empoderamento.

FICHA TÉCNICA Título: A Banda Sagrada de Tebas Autor: Thiago Teodoro Editora: Publicação independente ISBN: 978-65-5872-478-0 Páginas: 252 Preço: R$ 19,90 (e-book) e R$ 52,90 (físico) Onde comprar: Amazon

Créditos de imagem: imagem – divulgação .


Descubra mais sobre Portal PLOP

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Compartilhe o artigo!
Shareable URL
Post anterior

Meu menino colorido: Uma história que promove a aceitação LGBTQIAP+ na adolescência

Next Post

9 Famosos que são evangélicos e você não sabia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o próximo

Descubra mais sobre Portal PLOP

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading